Maria Rachel Coelho: Cidadania e justiça!

Galerias de Fotos

Araguaia IV
Atualizada em 04/07/2012

Hino ao Araguaia

Meu Araguaia,
Lindo e caudaloso rio!
Quanta injustiça
Estão fazendo com você
Tanta vida brotando em teu seio
E toda essa gente te querendo
Ver morrer.

Águas tão claras
Praias brancas como o véu
O boto-rosa sái brincando por aí
Quero viver das tuas águas murmurantes
Quero viver e quero morrer
Onde nasci.

A garça branca
Dominando o azul de anil
O jaburu nobre e altivo como um rei
Tantos encantos, tantos sonhos de verão
Tanto chorar, tanto cantar que só eu sei.

Tem buiuna, tem dragão dourado
Tem a mãe d’água me chamando a nadar
Lendário rui, como eu te amo
É minha sorte
Nossas almas se encontrarem.

Numa viagem seguimos lado a lado
Minha alegria é te olhar, rio brilhante
Que mata a sede e que cobre o matagal
Vai deslizando entre ouro e diamante.

Tua vida vai pulsando pelo tempo
Como um jovem e apaixonado coração,
Nas noites lindas de luar por sobre a mata
A passarada cantando ao novo clarão.

Tirado do livro de Erotildes da Silva Milhomem - Poesia do Araguaia.