Maria Rachel Coelho: Cidadania e justiça!

Artigos

Comprou um celular com android? Então, cuidado!
Maria Rachel Coelho - 09/11/2011

O lançamento de uma plataforma de tecnologia para celulares chamado de "Android", tem gerado uma série de reclamações no Procon.

Chamou nossa atenção uma consumidora, desesperada que chegou com uma conta de seu celular no valor de R$25.000,00 (vinte e cinco mil reais). Este caso já está com audiência marcada.


O novo sistema é aberto e amplo para aparelhos móveis, e está ligado ao fabricante do produto (celular, neste caso) e não à operadora embora esta seja a responsável pela cobrança porque disponibiliza o serviço. A responsabilidade é solidária mas as reclamações tem chegado contra as operadoras.


Lançado em julho de 2005, o sistema Android tem sido a opção de grande parte das pessoas que querem comprar celulares novos e com mais tecnologia e funcionalidades. Foi inicialmente desenvolvido pelo Google e posteriormente pela Open Handset Alliance, mas o Google é o responsável pela gerência do produto e engenharia de processos. O Android permite aos desenvolvedores escreverem software na linguagem de programação Java controlando o dispositivo via bibliotecas desenvolvidas pelo Google.


O que poucos consumidores sabem é que o "android" fica ininterruptamente " on line", sua conexão é super rápida e o sistema fica atualizando e fornecendo informações o tempo todo ao usuário. Atualiza redes sociais, mensagens se a pessoa tiver cadastro etc e mesmo que o consumidor tenha celebrado um contrato com a operadora de internet ilimitada num valor fixo, por conta desse novo sistema ficar ligado o tempo todo, o excedente tem deixado consumidores desavisados desesperados.


Portanto, o " Android" é uma plataforma operacional do Google utilizada em celulares de última geração. Os componentes principais do sistema Android são o open-source e o Google. Esses componentes vêm com os aplicativos Maps, Places, Gmail, GChat, Android Market, Google Voice, e YouTube. Atualmente existem mais de 100 mil aplicativos para celular com Android.


Foi lançada em maio de 2010, a versão 2.2 Froyo que se destacou pela velocidade dos aplicativos, além da conexão 3G pela Wi-Fi. Depois desta, foi lançada a versão 2.3 Gingerbread em dezembro de 2010. A versão 3.0 HoneyComb foi lançada em janeiro deste ano, porém é específica para tablets.

Agora, o lançamento esperado é do XX Ice Cream Sandwich, uma versão apenas para smartphones e tablets de qualquer modelo.


Os celulares com Android tem a facilidade de usar todos os serviços do Google, e com rápida conexão para as redes sociais, além disso, os navegantes podem usar vários programas ao mesmo tempo e ainda customizar as interfaces do aparelho como quiser.


Entretanto, é importante alertar os compradores desses aparelhos com esse novo sistema que eles devem usar a internet e depois bloquear o "android" para que não ocorra esse excedente absurdo.


Faltam informações claras tanto por parte dos vendedores dos aparelhos, como também nos manuais dos próprios aparelhos, até porque a configuração e seu desbloqueio é difícil, às vezes, depende até de conhecimentos técnicos que o consumidor não tem.


Por isso, fique atento, se informando de como proceder para desbloquear o sistema quando não estiver em uso para não acordar com uma enorme "conta no seu bolso", porque enquanto você estiver dormindo o "android" não pára!

Qualquer dúvida ligue Procon RJ - Disque 151. Estamos à disposição para ajudá-lo.


Fonte: http://www.procon.rj.gov.br/android.html

[Voltar à página anterior]